ES FILER EXPLORER E DU SCREEM RECORD SÃO BANIDO DA PLAY STORE

ES FILER EXPLORER E DU SCREEM RECORD SÃO BANIDO DA PLAY STORE

Google bane ES File Explorer e todos apps da DU na Play Store após escândalo de segurança




Os pesquisadores envolvidos na operação descobriram pelo menos seis aplicações da DO Global para usar práticas de “falso clique de anúncios”, simulando até mesmo em segundo plano ou com o aplicativo fechado a interação do usuário com banners de publicidade específicos.

Os aplicativos como DU Screem Record, ES Filer Explorer, DU Speed Booster e todos outros 46 apps da DU Global, foram acusada de tirar prints da tela dos smartphones até mesmo das conversas WhatsApp, vídeos do Youtube e Fotos pessoais, para vender a empresas de anúncios.


Antes da proibição, a DO Global tinha cerca de 100 aplicativos na loja Play do Android, incluindo muitos publicados com nomes alternativos: 46 apps foram completamente eliminados.



De acordo com a nota emitida pela CheckPoint a campanha da empresa é composta por três ferramentas fundamentais. As ferramentas são três blocos distintos e separados por código que interagem independentemente com o mesmo número de anunciantes.

Considerando as diferentes implementações das bibliotecas usadas pelos diferentes circuitos publicitários, a campanha utiliza diferentes abordagens baseadas na agência alvo.

O escândalo de segurança também envolveu nomes como o ES File Manager, como reportamos no último final de semana, onde a ferramenta apareceu listada como pertencente a Du Global, sendo esta uma subdivisão da DO Global na tentativa de contornar o bloqueio imposto pelo time do Google.

Após a remoção do aplicativo, o Google também bloqueou a conta de desenvolvedor da "ES Global", sendo que a "Du Global" ainda não se manifestou oficialmente sobre o assunto. De toda forma, o ES File pode ter violado alguma regra da Play Store.

Isso porque esse aplicativo já é conhecido por ter se envolvido em outros problemas no passado. Para quem não se lembra, no início deste ano, nós mostramos o quanto o ES File poderia ser perigoso para o smartphone dos usuários.

De acordo com analistas de segurança, o app contava com adware e até mesmo roubava dados. Agora, com a remoção da Play Store, resta aos usuários baixar opções mais seguras como o Files, que pertence ao próprio Google.

Ou seja, os apps nunca mais irão voltar na Play Store, e também não é recomendado baixar os apps fora da loja, já que os apps enviam seus dados para outras empresas.

Postar um comentário

0 Comentários